RÁDIO JORNAL – DIFUSORA – DE GARANHUNS: 60 ANOS.


Texto e foto do blog do jornalista Roberto Almeida, de Garanhuns /PE –  http://robertoalmeidacsc.blogspot.com.

RÁDIO DIFUSORA FAZ 60 ANOS.

A Rádio Difusora de Garanhuns, fundada no dia 26 de maio de 1951, faz 60 anos na próxima quinta-feira. Vai comemorar o aniversário com uma programação especial, apresentação do poeta Jessiê Quirino e a presença nos estúdios das estrelas do Recife, como Geraldo Freire e Graça Araújo. Foi a primeira emissora do interior pernambucano. O prefeito do município era Celso Galvão, que hoje dá nome ao Palácio do Governo, na Avenida Santo Antônio,  e  Pernambuco era administrado por Agamenon Magalhães, que morreria meses depois. À inauguração da rádio estiveram presentes as autoridades da época, o próprio Pessoa de Queiroz, Alberedes Nicéias (primeiro gerente), Maurício Acioly (pai do Maurício do laboratório) e Erasmo Soares, dentre outros que foram os primeiros locutores. Augusto Calheiros, já famoso, morando no Rio de Janeiro, também veio, juntamente com um time de artistas de várias cidades importantes. Na Rádio Difusora – que passou a se chamar Rádio Jornal Garanhuns a partir do final da década de 80, quando foi comprada pelo empresário João Carlos Paes Mendonça – já passaram grandes nomes da radiofonia local e estadual. Podemos citar alguns que marcaram época: Ivo de Souza, Solon Gomes, Rossini Moura, José Inácio Rodrigues,  Aguinaldo Barros, Rosa Maria, José Marcos Leite, Aldo Vilela,  Jonas Lira, Gerson Lima, Humberto de Morais e Aluízio Alves. Hoje fazem os programas mais ouvidos da emissora jovens como Eduardo Peixoto e Ariston Brito, além do veterano Roberto Sampaio, meu colega de colégio no Diocesano de Garanhuns. Esses e outros que não citei por esquecimento ou desconhecimento fizeram e fazem a história da rádio do Sistema JC. A presença de Graça e Geraldo, com quem trabalhei na Rádio Clube, nos anos 80, é importante. Mas a festa, a meu ver, é sobretudo dos profissionais de Garanhuns que atuaram e atuam no velho prédio da Avenida Rui Barbosa. A antiga Difusora, sessentona, antes de ser um patrimônio de João Carlos é um patrimônio da cidade, do Agreste e de Pernambuco. Não se sabe porque um vereador ou o deputado da cidade já não fizeram um projeto pedindo o tombamento do imóvel que abriga a emissora. Se tivessem feito isso o índiozinho não iria estar ausente da festa de aniversário. Parabéns a todos os que fazem a Rádio Jornal de Garanhuns!

————————-

Nota deste blog: Reproduzimos este post do companheiro Roberto Almeida como forma de expressar o nosso  profundo envolvimento com a antiga Difusora e hoje Rádio Jornal (Roberto cita o nosso nome em seu texto), onde começamos a nossa vida profissional de rádio, e para reforçar a homenagem a todos os demais profissionais que fizeram e fazem a querida emissora, a exemplo de Belmiro Vilela e o irmão dele,  Gildo, que pelo que consta continua no batente (Belmiro, já não), como o faz Roberto Sampaio, com quem trabalhamos nos tempos dos programas “Quem Manda É o Freguês” e “Pelos Bairros da Cidade” , para não falar de muitos outros, (e para que não comecem a cair lágrimas…)

Anúncios

6 comentários sobre “RÁDIO JORNAL – DIFUSORA – DE GARANHUNS: 60 ANOS.

  1. me desculpe a expressao mas eu detesto esse infeliz que teve a maldita idea de tirar o indio da frente da emissora

  2. Crescia ouvindo a programação da emissora no final dos anos 70, e nos anos 80 e 90. Parabéns.
    Mais gostaria de ver postagens no site ou nas redes sociais do radialista José Araújo Leite, Pajeú. Porque viveu anos radiofonia de pernambucana, mais especificamente em Garanhuns.
    Ficaria grato ouvir sua histórias , contadas de um jeito que só ele sabia contar.
    Parabéns.

  3. Boa tarde. Sou de Minas Gerais e estou ajudando minha amiga TÂNIA MARIA DOS SANTOS a reencontrar a irmã e os avós que são naturais de Garanhuns/Pé, a família perdeu o contato quando ela ainda se encontrava em tenra idade e hoje aos 57 anos ela não possui nenhuma informação, telefone ou endereço correspondente a essas pessoas. A mãe das duas irmãs MARIA ROSA DOS SANTOS, faleceu em Foz do Iguaçu, sendo filha dos conterrâneos de Guaranhuns Sr. MANUEL GOMES DOS SANTOS e Sra. MARIA PUREZA DE SANTA ROSA nascida em 10 de janeiro de 1938. A irmã desaparecida pode se chamar MARIA PUREZA DOS SANTOS ou PUREZINHA MARIA DOS SANTOS. Estou tentando entrar em contato com o Cartório de Registro de pessoas naturais da cidade para conseguir informações dos avós maternos supracitados, como a certidão de casamento deles ou a certidão de nascimento da irmã desaparecida. A vida dessa família foi cheia de conturbações e é muito triste ver o sofrimento da Taninha de não ter contato com eles ou com a irmã que ficou em Pernambuco.
    Eu ficaria muito feliz e extremamente grata se vocês pudessem nos ajudar com qualquer informação que tenham ou que seus ouvintes possuam acerca dessas pessoas. Desde já, muito obrigada pela atenção e que Deus abençoe vocês e seus familiares.
    Zíngara Santos (34)99243-4960- whatsapp

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s